domingo, 7 de novembro de 2010

Ana Felix Garjan divulga projetos dos Grupos ARTFORUM Brasil XXI - 11 anos

Que os portais do tempo sejam testemunhas da nossa arte humana.


A 1ª Bienal Internacional de Artes Visuais XXI será apresentada em diversos espaços dos blogs dos Grupos ARTFORUM Brasil XXI, nos álbuns os dosi perfis Universidade ART Planetária, no Orkut, que são organizados por Ana Felix Garjan.

Os artistas e as artistas plásticas convidadas para o Projeto PAVILLION ARTFORUM dos ARTISTAS, já estão selecionados para a 1ª Bienal Internacional de Artes Visuais, que prevê em seu projeto, pesquisar, selecionar e convidar artistas plásticos, pintores, escultores, designers e fotógrafos para divulgação de suas obras, através da seleção das obras que serão indicadas por um grupo de curadores convidados pela diretora cultural e curadora dos Grupos ARTFORUM Brasil XXI - 10 anos.

A obra de arte e fotos da artista plástica , pesquisadora, filósofa e jornalista Zélle Bittencourt será a primeira a ser apresentada nas páginas do blog da Universidade Planetária do Futuro, na Revista Planetária - Artforum Internacional e nos álbuns PAVILLION ARTFORUM ZÉLLE BITTENCOURT, no Otrkut.

A seguir, apresentamos o Núcleo de Arte Contemporânea com fotos das coleções da jornalistas e pesquisadora Zélle Bittencourt, que teve sua obra pesquisada e avaliada em conjunto, foi vista e considerada um dos mais importantes, pois sua pesquisa tem foco sobre a geografia e cultura de diversas partes do  mundo. Sua arte possui impacto visual que propõe um novo olhar sobre o planeta.

Trata-se de uma obra inédita que merece reconhecimento.


Os Grupos ARTFORUM Brasil XXI celebram, no período de setembro a dezembro, 11 anos de estudos, pesquisas, roteiros metodológicos e projetos especiais, e os onze anos da 1ª Bienal Multicultural do Maranhão 99, que foi realizada em São Luís - cidade tombada pela UNESCO como Patrimônio Cultural da Humanidade, em dezembro de 1997.


Posteriormente, em continuidade ao Projeto Bienais de Artes Visuais do Maranhão, de autoria de Ana Felix Garjan, foi realizada a 1ª Bienal Multicultural do Maranhão, em 1999 na cidade de São Luís - cidade histórica, rica em tradições e uma cidade importante do norte do Brasil, próxima à Região Amazônica e ao Nordeste.

A "II Bienal de Arte, Design e Arquitetura do Maranhão, Amazônia e Nordeste", foi realizada pelos Grupos ARTFORUM Brasil XXI e  Artforum Renaissance Vie Universelle, cujos grupos foram transformados em Sociedade Cultural ARTFORUM Unifuturo.

Nesse tempo de celebração da nossa trajetória cultural, que foi registrada nesse final da Primeira Década do Século XXI, temos a satisfação em divulgarmos alguns dos mais importantes projetos dos Grupos ARTFORUM Brasil XXI: UNIFUTURO - Universidade Planetária do Futuro, que resulta do Programa Universidade Aberta do Futuro "Telhados do Mundo", cujo nome tem inspiração nos belos telhados coloniais de São Luís.

A artista e filósofa Zélle Bittencourt, que já participa do projeto Pavillion ARTFORUM dos Artistas, terá suas coleções de arte-foto na 1ª Bienal Internacional de Artes Visuais XXI e no Museu de Arte Contemporânea - ARTFORUM Brasil, uma vez que sua arte se destaca por seu trabalho de pesquisa sobre regiões do planeta e do universo, através de imagens da NASA. Ela desenvolve técnicas de arte digital e assim transforma as regiões pesquisadas em bela obras de arte visual, verdadeiras obras - primas, além de seu compromisso com a arte e cultura por um mundo mais consciente.

Suas coleções de arte serão inauguradas nos blogs Universidade Planetária do Futuro, ainda neste mês, bem como serão divulgadas em outros espaços dos Grupos ARTFORUM Brasil XXI. Suas fotos e imagens estarão inaugurando o Núcleo de Arte Futurista da 1ª Bienal de Artes Visuais e do Museu de Arte Contemporânea.

Ela desenvolve técnicas de arte digital, e assim transforma as regiões pesquisadas em verdadeiras obras - primas de grande impacto visual e estética, além de seu compromisso com a arte por um mundo melhor.

O futuro nos espera, aguarda nossas artes e literaturas, bem como estará sendo o Tempo Guardião das artes, poesia e da literatura contemporânea, que busca ligar a Terra e os Céus, através de novos paradigmas, de visões e intro-visões que buscam maior consciência sobre a vida da humanidade, da paz, da natureza e do planeta.

As artes serão, também, diálogos entre o presente e o futuro. Nossa trajetória e marca cultural já estão sendo registradas no futuro, pois ele nos espera e espera todos que estejam comprometidos com a paz da humanidade. E nós, dos Grupos ARTFORUM Brasil XXI somos os representantes oficiais do Manifesto Verde pela Paz da Humanidade e do Planeta, que foi divulgado em 2001, como Mantra da Paz da Humanidade. Seu texto foi escrito por Ana Felix Garjan, após diversos fóruns para refletirmos sobre cultura de paz, e arte pela paz, cujos encontros foram realizados em universidade e organizações, a partir do I Fórum do Ser Humano, uma das belas vertentes da 1ª Bienal Multicultural do Maranhão 1999, na cidade de São Luís - Patrimônio Cultural da Humanidade.

Nós dos Grupos Artforum Renaissance Vie Universelle, Grupos ARTFORUM Mundi Planet e ARTFORUM Brasil XXI temos referências de cultura e arte em prol da Paz da Humanidade, desde 1999. Por isso nos consideramos passageiros do amanhã e forjadores do nosso futuro, desde o final do séc. XX, e nos orgulhamos dos nosso plano "Nossa Década 2001 - 2010" que estamos desenvolvendo nessa 1ª década XXI que está terminando.

Que o tempo seja o melhor guardião de nossas idéias, propostas e projetos multiculturais. Que ele nos abra novas portas e portais para a segunda grande década deste século XXI, tão cheio de catástrofes ambientais, de tragédias humanas e de contradições sociais, mas também, ele sinaliza ao mundo um importante movimento de novos paradigmas, de ações concretas de cientistas, pensadores, filósofos, pesquisadores, educadores, sociólogos, psicólogos, artistas, poetas, jornalistas e organizações que estão comprometidos com grandes causas da humanidade, da natureza e do planeta. 

E nós fazemos parte desse Tempo Melhor.


Projetos Especiais - ARTFORUM Brasil XXI - 11 anos:
*Pavillion ARTFORUM dos Artistas - Orkut
*Expô Diamantes das Artes - arte e literatura
*Antologia Cartas ao Futuro de Mulheres Contemporâneas
*Antologia Poemas e Palvras pela Paz Mundial
*1ª Bienal Internacional de Artes Visuais XXI
*Museu de Arte Contemporânea - MAC - ARTFORUM Brasil XXI

Sites e Blogs Culturais dos Grupos ARTFORUM Brasil XXI:

*Projeto "Museu de Arte Contemporânea" - MAC/ ARTFORUM Brasil:

*Universidade Planetária do Futuro
http://projetoartforumuniversidade.blogspot.com/

*Revista Artforum Cultural Planetária:
http://revistaartforumcultural.blogspot.com/

*Cidade Artes do Mundo:
http://www.cidadeartesdomundo.com.br/

* Sociedade Artforum Brasil Unifuturo
http://www.artforumunifuturobrasil.org/

*Agência Artforum Inovatus Internacional
http://artforum-inovatus.blogspot.com/

*Fórum Cidade Artes do Mundo (2007)
http://forumculturaldomundo.zip.net/

*Fórum Internacional de Mulheres do Futuro pela Paz do Planeta (2008)
http://forumdemulheresdofuturo.zip.net/

*Academia de Artes e Poéticas "Clarice Lispector" (2008)
http://cidadeartesdomundo.blogspot.com/

*Academia Majestade Arte Poesia do Mundo (2009)
http://academiamajestadeartepoesiadomundo.blogspot.com/

*Academia de Artes, Letras e Cultura "Maestro Arthur Bosmans".
http://academiadeartes-maestroarthurbosmans.blogspot.com/

*Academia Cultural "Cora Coralina"(2007)
http://www.artforumunifuturobrasil.org/47448/index.html

*Manifesto Verde pela Paz da Humanidade e do Planeta:
http://www.cidadeartesdomundo.com.br/MV.html


Brasil, 7 de novembro de 2010

Ana Felix Garjan
Diretora Cultural - Grupos ARTFORUM Brasil XXI - 11 anos:

Mails para contato cultural:
anafelixgarjan.artes2010@gmail.com
anafelixgarjan@gmail.com
artforum.brasil@gmail.com

quinta-feira, 28 de outubro de 2010

A "Arte LIGAME", de Ana Felix Garjan participa do Outubro Rosa de 2010



O Universo, o planeta, a vida e o tempo unem a humanidade.

A arte da paz  e a arte humana unem pessoas e grupos que estão comprometidos em ligar a arte às grandes causas da humanidade, da natureza e do planeta. Esse é ponto filosófico do movimento da Arte LIGAME, sistematizada pela artista Ana Félix Garjan.


ARTFORUM Brasil XXI RASIL XXI
 Universidade Planetária do Futuro

Arte e Cultura Humanista - Planetária

Arte Ligame by Ana Felix Garjan
 


A cultura humanista - planetária é como uma árvore
que liga o homem à arte da natureza

A marca da arte filosófica e cultural vem sendo sistematizada pela artista plástica Ana Felix Garjan, há 10 anos. A partir dessa data será divulgada pela artista, através de textos, imagens e fotografias.

A Arte LIGAME é um dos meios de desenvolvimento da Cultura humanista e passa a ser uma marca da arte de Ana Felix Garjan.

Assim a campanha Outubro Rosa faz parte das campanhas sociais dos Grupos Artforum Brasil XXI, desde 2008, através de posteres montados por Ana Felix Garjan.

No poster está a imagem de sua pintura "Olho do Mundo", que participou de exposições do projeto e livro Cristal de Talentos, que foi lançado na 29ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo em agosto / 2010.


A ARTE DA HUMANIDADE, DA NATUREZA E DO PLANETA
UNEM OS GRUPOS ARTFORUM BRASIL XXI



I Bienal Internacional de Artes Visuais XXI

Um projeto em estudo, pesquisa e desenvolvimento previsto para 2010 - 2011 a 2012, em sua primeira etapa, para que os artistas convidados tenham suas obras divulgadas neste blog que será mais um espaço de valorização de artistas brasileiros e de outros países.


Cultura Humanista - Planetária
Arte Ligame

Grupos ARTFORUM Brasil XXI

quarta-feira, 29 de setembro de 2010

Os Grupos Artforum Brasil XXI celebram 11 anos de arte, cultura e ecologia

A Arte e o Tempo Unem Pessoas e Sonhos.
E sonhos realizados se tornam marcas perenes.

ARTFORUM UNIFUTURO é uma marca de arte e cultura humanista
GRUPOS ARTFORUM BRASIL XXI - 11 Anos


Sobre a idealização dos Projetos ARTFORUM Brasil 

Ana Felix Garjan é uma artista que ainda jovem decidiu se dedicar às artes e às letras. Dedicou-se a pesquisar história da arte e arquitetura e ao longo dos anos 90 se destacou em diversas causas humanistas, através de pinturas e escultura tridimensionais que foram expostas em coletivas e salões na cidade de São Luís - Maranhão. Assim, através de projetos culturais da UFMA - Universidade Federal do Maranhão ela participou e desenvolveu projetos de destaque no cenário maranhense e brasileiro, e passou a ser reconhecida por seus ideais e projetos realizados em prol da cultura humanista.

Ela trabalha como pesquisadora das ciências humanas e sociais, desenvolve projetos em nome dos Grupos Artforum Brasil XXI e da Universidade Planetária do Futuro- UNIFUTURO, e seus projetos possuem base de pesquisa e organização administrativa.

Os projetos estão ligados ao Grupo Artforum Renaissance Vie Universelle - grupo que organizou dois outros: Grupo ARTFORUM Mundi Planet e Artforum Brasil XXI. Ela teve oportunidade de conhecer a ARTFORUM Pro Art International em Munique  - Alemanha e em Strasburg - França, e a partir desses contatos e participação passou a desenvover projetos em nome do mundo melhor, na década de 90.

Tudo que realiza revela sua dedicação às causas humanistas, defensa dos Direitos Humanos, da cultura, arte e literatura por um mundo melhor, pela preservação da natureza,  planeta e pela nova consciência do ser humano diante das questões da humanidade, através da inteligência aplicada.

Ana Felix Garjan intitula-se cidadã planetária, por estar envolvida em movimentos, programas e ações coletivas organizadas pela AVAAZ e por outras organizações de defesa dos Direitos Humanos, da natureza e dos animais. Ela tem bons motivos para se orgulhar dos seus sonhos, missões e realizações, pois sempre teve apoio de seus pais, irmãos, familiares, o carinho dos amigos e o reconhecimento de seus projetos de conceito humanista, por organizações culturais e universidade.


Ana Felix Garjan nasceu com a estrela da arte em sua vida desde, e teve boas oportunidades para se dedicar à pesquisa em arte, à sua profissão como socióloga e como coordenadora de projetos culturais, na Universidade Federal do Maranhão, durante dez anos.

Por motivos relacionados às suas missões culturais, deixou a UFMA para dedicar-se à sua missão maior: Organizar a Universidade Planetária do Futuro, a partir de 2009, e neste ano de 2010 - último ano da 1ª década do século XXI, ela está em plena atividade para a organização de projetos previstos no Plano Artforum Brasil XXI "Nossa Década 2001 -2010".

*Síntese da trajetória da Artforum Brasil XXI e de Ana Felix Garjan, representante da arte humanista.

A primeira Bienal de Artes Visuais XXI dos Grupos Artforum Brasil XXI foi chamada XXI "Primeira Bienal Multicultural do Maranhão 99", coordenada por Ana Felix Garjan, a partir de estudos, viagens de pesquisa cultural, sua participação em movimentos promovidos por amigos artistas plásticos, músicos e cantores participantes da 1ª Bienal Multicultural do Maranhão 99, no Convento das Mercês, em São Luís - Patrimônio Cultural da Humanidade, tombada pela UNESCO, em dezembro de 1997.



Na Primeira Bienal, Ana Felix Garjan promoveu grande movimento de professores e alunos de escolas públicas nas galerias da Primeira Bienal Multicultural do Maranhão, no Convento das Mercês, em São Luís - Patrimônio Cultural da Humanidade.



Na foto, um dos membros da curadoria da 1ª Bienal Multicultural do Maranhão 99, representando artistas do Rio, que foi um dos convidados para a comissão de curadores da Artforum Brasil XXI.
Banner da 1ª Bienal Multicultural do Maranhão 99, que foi apresentada ao grande público no antigo Convento das Mercês - prédio antigo situado na cidade de São Luís - patrimônio cultural do Maranhão, do Brasil e da Humanidade.



O tempo conta. O tempo encanta.

Ana Felix Garjan, artista plástica, escritora e pesquisadora em história da arte, foi a idealizadora do "Projeto Bienais de Artes Visuais XXI" em 1988, no mesmo ano da "Expo Mundial 98", que foi realizada em Lisboa - Portugal, cidade tombada como Patrimônio Cultural da Humanidade.

Ana Maria Felix Garjan se inspirou, primeiramente, no Centenário da Bienal de Veneza, em junho de 1995, onde esteve visitando a Exposição do Centenário da Bienal de Veneza - Mãe de todas as Bienais de Arte do Mundo. Em junho de 1995 Veneza foi festejada e visitada por milhares de artistas plásticos, arquitetos, cineastas e músicos que tornando Veneza a capital internacional das bienais de artes visuais do mundo.

Na abertura dessa grande festa, na imortal Veneza estiveram personalidades culturais e artísticas do mundo participaram da abertura do Centenário da Bienal de Veneza, em 1995. Algumas exposições especiais da Bienal de Veneza estiveram abertas ao grande público no período de junho a outubro de 1995 - Séc. XX.







Ana Felix Garjan, idealizadora e curadora de suas bienais de artes visuais do Maranhão e idaelizadora da 1ª Bienal Internacional de Artes Visuais, em 2010 - último ano da Primeira Década do Século XXI, em homenagem ao Brasil 510 anos e ao Planeta Arte.



A Primeira Bienal Multicultural do Maranhão 99 foi intitulada "Sinergia dos Tempos - Passado, Presente, Futuro", se tornou histórica no contexto da cultura maranhense e brasileira, com a participação de artistas plásticos, designers, arquitetos, poetas e músicos.

Ela contou com a participação de artistas convidados de São Luís, de cidades maranhenses e de outros estados e de artistas da França, Itália, Alemanha e Inglaterra.

A maioria dos artsitas convidados estiveram presentes à
abertura oficial da 1ª Bienal Multicultural do Maranhão 99 em noite de cerimônia, apresentações e shows culturais.

Ana Felix Garjan é reconhecida como idealizadora dos primeiros projetos de Bienais de Artes em São Luís, através dos Grupos Artforum Brasil XXI e do Grupo Artforum Internacional São Luís e Associados, que coordenaram as bienais históricas do Maranhão.

A Primeira Bienal foi realizada para homenagear o Brasil 500 anos – 5 Séculos, de forma antecipada, no período de setembro a dezembro de 1999. (A Expo foi prorrogada até 25 de janeiro de 2000, por motivo da visita de comitivas de Portugal e França).

Em todo o período de exposição foram registrados pela Artforum Internacional São Luís e Associados e pela coordenação de eventos do Convento das Mercês, a visita de mais de 35 mil pessoas do Brasil e de outros países. Esse número foi consideradao na época, um marco muito importante que motivou o projeto da segunda bienal, que foi realizada no período de 2001 a 2002, em São Luís.

Abaixo, um dos cartazes da 1ª Bienal Internacional do Maranhão.
 


O TEMPO CONTA. O TEMPO ENCANTA.
(Ana Felix Garjan)
.


Artistas plásticos, atores maranhenses e brasileiros fazem performance no Convento das Mercês para homenagear os artistas da Primeira Bienal Multicultural do Maranhão 99.



A II Bienal de Artes, Design e Arquitetura do Maranhão, Amazônia e Nordeste 2001-2002, teve sua abertura oficial no Palácio Cristo Rei, sede da Reitoria da Universidade Federal do Maranhão, em dezembro de 2001, e se estendeu em dois núcleos que ficaram em exposição até o mês de abril de 2002.

A Bienal foi considerada de âmbito internacional, uma vez que estiveram presentes artistas plásticos, fotógrafos, designers e professores de arquitetura de universidades de São Luís e Brasília, para homenagearem Oscar Niemeyer.

Nas duas Bienais do Maranhão os Grupos Artforum Brasil XXI convidaram o pintor francês Phillipe Lhuillier, para participar desses projetos de arte internacional considerando que ele já morava em São Luís, e se trata de um dos grandes mestres da pintura realista,

O Núcleo Histórico da II Bienal esteve em exposição no Palácio Cristo Rei da Universidade Federal do Maranhão - UFMA, de dezembro de 2001 a abril de 2002. E o Núcleo contemporâneo esteve em exposição no mês de janeiro de 2002, no Salão de Eventos do São Luís Shopping Center. Foram visitantes dos dois núcleos em todo o período mais de 30 mil  pessoas que passaram pelo salão da bienal, além dos visitantes que assinaram o livro de presença.




































Após as duas Bienais do Maranhão, outras exposições foram organizadas por Ana Felix Garjan, através dos Grupos Artforum Brasil XXI em São Luís e em outras cidades, para seguirem com os roteiros metodológicos e projetos humanistas coordenados por Ana Felix Garjan, que sempre teve como foco a cultura humanista.

A atual “1ª Bienal Internacional de Artes Visuais XXI” está em processo de organização, e já sendo divulgada no Orkut, em redes sociais do Ning, nos blogs dos Grupos Artforum Brasil e na nossa Universidade Planetária do Futuro, em junho deste ano, antes da Copa da África do Sul.
 
Como parte das comemorações dos onze anos dos Grupos Artforum Brasil XXI e onze anos da 1ª Bienal Multicultural do Maranhão 99, foi idealizado, também o projeto Museu de Arte Contemporânea - MAC/ARTFORUM, cujo espaço virtual será ligado à Universidade Planetária do Futuro, por ser espaço de pesquisa e cultura

Após as duas Bienais do Maranhão foram realizadas algumas exposições em nome dos Grupos Artforum Brasil XXI, em São Luís e outras cidades, para a continuidade dos roteiros humanistas dos grupos coordenados por Ana Felix Garjan.

O atual projeto 1ªBienal Internacional de Artes Visuais XXI, foi lançado em junho de 2010, para apresentar o 1º núcleo intitulado Bienal Cores Mãe África Via Brasil 510, e de outros núcleos que estão em processo de pesquisa e organização.


PROJETOS DIVULGADOS NA UNIVERSIDADE PLANETÁRIA

O Projeto 1ª Bienal Internacional de Artes Visuais XXI” está em processo de nova organização, mas já foi divulgada no Orkut, nas redes sociais e culturais do Ning, nos blogs dos Grupos Artforum Brasil XXI e na Universidade Planetária do Futuro, em junho deste ano, antes da Copa da África do Sul.

Como parte das comemorações dos 11 anos dos Grupos Artforum Brasil XXI e dos onze anos da 1ª Bienal Multicultural do Maranhão 99, os Grupos Artforum Brasil XXI idealizaram os projetos:

*Museu de Arte Contemporânea  
*1ª Bienal Internacional de Artes Visuais

Os projetos estão sendo organizados em nome dos Grupos Artforum Brasil XXI e Universidade Planetária do Futuro.

MAC - MUSEU DE ARTE CONTEMPORÂNEA
ARTFORUM BRASIL XXI

Espaço das artes e artistas brasileiros e de outros países.



MAC - ARTFORUM BRASIL XXI
.


MAC - MUSEU DE ARTE CONTEMPORÂNEA
ARTFORUM BRASIL XXI
Espaço especial das artes e artistas brasileiros e de outros países.

*
Como parte das comemorações dos Grupos Artforum Brasil XXI 11 anos, está sendo organizado o III projeto de Artes Visuais idealizado por Ana Felix Garjan, que foi divulgado em junho deste ano. No período de outubro de 2010 a maio de 2011 serão organizadas galerias virtuais e núcleos da 1ª Bienal Internacional de Artes Visuais XXI. 

Já estão em exposição em álbuns dos perfis da ARTFORUM Brasil no Orkut fotos de quadros de artistas convidados por Ana Felix Garjan para o Projeto Pavillion ARTFORUM dos Artistas. Assim esses mesmos artistas já estão selecionados para suas participações na Bienal de Artes Visuais e no Museu - MAC.



O Tempo é Testemunha da Arte.
http://forumdasartescultura21.blogspot.com/


Grupos Artforum Brasil XXI - 11 anos
Universidade Planetária do Futuro - Ano I

Brasil, 28 de outubro de 2010


Ana Felix Garjan - Diretora e Curadora
Grupos Artforum Brasil XXI - 11 Anos
Universidade Planetária do Futuro - Ano I
Grupos ARTFORUM Brasil XXI
.
.
.

domingo, 4 de julho de 2010

I Bienal Internacional de Artes Visuais XXI - Artforum Brasil Unifuturo


___________________________________
1ª Bienal Internacional de Artes Visuais
Grupos Artforum Brasil XXI
Universidade Planetária do Futuro - UNIFUTURO.


Síntese histórica do Projeto Bienal de Artes Visuais” - Artforum Brasil Unifuturo.

A Primeira Bienal Internacional de Artes Visuais, dos Grupos Artforum Brasil e Artforum Internacional São Luís e Associados, foi inaugurada e aberta ao público no dia 18 de setembro de 1999, na cidade de São Luís – Maranhão – Patrimônio Cultural da Humanidade.

I Bienal Multicultural do Maranhão 99 foi o título da primeira versão do projeto. As 120 obras de artistas brasileiros e outros países foram visitados nas galerias do Convento das Mercês - Espaço do Governo do Estado do Maranhão, por mais de 35 mil pessoas, no período de 18 de setembro de 1999 a 25 de janeiro de 2000.

O projeto foi inaugurado em 1999 - sec. XX, em São Luís - MA, com o apoio da UFMA - Universidade Federal do Maranhão, Aliança Francesa - SL, ALUMAR, e outras organizações e grupos culturais de São Luís, de cidades brasileiras e de países europeus, através de artistas plásticos e pintores convidados.

A segunda versão do projeto, teve o título: II Bienal de Artes, Design e Arquitetura do Maranhão, Amazônia e Nordeste 2001-2002, com a participação de artistas brasileiros e de outros países. Também contou com o apoio institucional da Universidade Federal do Maranhão, Aliança Francesa, organizações e empresas. O Núcleo histórico foi apresentado no Salão do Memorial “Cristo Rei”, da Universidade Federal do Maranhão, e o Núcleo contemporâneo foi apresentado no Salão do São Luís Shopping Center.

O Projeto "I Bienal Internacional de Artes Visuais XXI" 2010-2011 resulta do projeto "Bienais de Artes Visuais XXI", idealizado pela artista plástica, escritora, poetisa e socióloga Ana Felix Garjan, e organizado pelos Grupos Artforum Brasil XXI, em 1999 e em 2001- 2002 - sec. XX.

A "I Bienal Internacional de Artes Visuais", dos Grupos Artforum Brasil e Artforum Internacional São Luís e Associados, foi inaugurada e aberta ao público no dia 18 de setembro de 1999, na cidade de São Luís – Maranhão – Patrimônio Cultural da Humanidade.

A "I Bienal Multicultural do Maranhão 99" foi o título da primeira versão do projeto. As 120 obras de artistas brasileiros e outros países foram visitados nas galerias do Convento das Mercês - Espaço do Governo do Estado do Maranhão, por mais de 35 mil pessoas, no período de 18 de setembro de 1999 a 2o de janeiro de 2000.

A segunda versão foi II Bienal de Artes, Design e Arquitetura do Maranhão, Amazônia e Nordeste, com a participação de artistas brasileiros e de outros países. Também contou com o apoio institucional da Universidade Federal do Maranhão, Aliança Francesa, outras organizações e empresas. O Núcleo histórico foi apresentado na Galeria e Salão do Memorial “Cristo Rei”, da Universidade Federal do Maranhão e o Núcleo contemporâneo no Salão de Eventos do São Luís Shopping Center, na cidade de São Luís –Patrimônio Cultural da Humanidade.

A terceira versão do projeto Bienais de Artes Visuais XXI tem o título:
"1ª Bienal Internacional de Artes Visuais XXI"

Grupos Artforum Brasil XXI
Unifuturo - Universidade Planetária do Futuro
http://www.cidadeartesdomundo.com.br/




Relações entre Arte, Artista
e Grande Público, pela Profa. Dra. Maria Inês Hamann Peixoto.

A educação como fenômeno exclusivo, como característica propriamente humana, constitui a criação social de uma segunda natureza, esta de ordem social, no/pelo homem, dado que a primeira lhe é conferida pelo simples fato de ter nascido de seres humanos.

No entanto, nascer humano não garante ao homem que ele assim se torne. Afinal, segundo MANACORDA, o papel da educação como processo de hominização, é de tornar realidade histórica, datada, o que figura, de início, como possibilidade, ou seja, de dotar o homem concreto “de um desenvolvimento completo, multilateral, em todos os sentidos das faculdades e das forças produtivas, das necessidades e da capacidade de satisfazê-las”.

Dando continuidade a essa reflexão, OMINILATERALIDADE é a chegada histórica do homem a uma totalidade de capacidades e, por conseguinte, a uma totalidade de consumo de satisfações, sobretudo, a satisfação dos bens/necessidades espirituais, além das materiais dos quais o trabalhador tem sido excluído em conseqüência da divisão de trabalho. Daí pensarmos e concordarmos com alguns autores, que o homem omnilateral, completamente desenvolvido é a grande meta da educação. Porém, na sociedade de classes, desenhada pela desigualdade e na exclusão social, essa meta não é posta a todos os indivíduos.

Para lembrar SAVIANNI, o contexto da ciência/técnicas/tecnologia, da ética, da arte e também da religião, estabelecido historicamente, compõe o mundo da cultura, construído pelo homem no processo de produção de sua existência. Nesse contexto cultural, todos concordamos, naturalmente, que a educação se desenvolve abarcando a produção de idéias, conceitos, valores, símbolos, hábitos, atitudes e habilidades.

Mas, o que eu senti, mesmo antes de idealizar “UMA INSTALAÇÃO DE ARTE EM CONSTRUÇÃO”? QUE DESEJO, QUE PAIXÃO, QUE OLHAR me levaram a isso? As mãos que tocam com o olhar e/ou com as mãos a obra de arte, o objeto artístico se transforma em obra de arte e diálogo com o público.

Portanto, concluo, mais uma vez, que um certo desejo de justiça social e de paz, de amor e prosperidade está cada vez mais intimamente cristalizado no DNA dos seres humanos e do homem concreto. Compartilhar desejos de justiça social e paz, através da arte e das expressões culturais, fortifica a prática científica e ajuda na construção da arte contemporânea conceitual, da arte social e da arte-educação, enquanto instrumento de religare, na perspectiva da superação/transformação da sociedade.

Segundo CANCLINI, a arte é vista em três níveis: A Arte Elitista, a arte para as massas e a arte popular. A arte aqui proposta tem uma conotação singular. É uma arte simples, verdadeira, honesta e de grande significado. Pretende marcar nesse encontro de Assistentes Sociais uma proposta de humanização e libertação do homem, através da aproximação daquele que produz com aquele que consome, sendo estes, como partícipes de um mesmo e único processo vital.

Aqui me refiro à arte como forma de conhecimento, ou seja, a arte como verdade. Essa posição lê-se nos clássicos confirmando as relações complexas e às vezes contraditórias da arte em relação à sua natureza ideológica. A “arte como forma de conhecimento” diz respeito à aproximação da arte à realidade, ou seja: o artista se aproxima da realidade a fim de captar suas características essenciais afim de refleti-la, mas sem dissociar o reflexo artístico de sua posição diante do real, isto é, do seu conteúdo ideológico. Neste sentido, a arte é um meio de conhecimento.

A forma de aproximação da arte à realidade não deve chegar a se transformar em falso realismo. Segundo VASQUEZ, a arte só pode ser conhecimento-conhecimento específico de uma realidade específica; o homem como um todo único, vivo e concreto - transformando a realidade exterior, partindo dela para fazer surgir uma nova realidade ou obra de arte.


Oconhecer artístico é fruto de um fazer; o artista não converte a arte em meio de conhecimento copiando a realidade, mas construindo outra nova. A arte só é conhecimento na medida em que é criação. Tão somente assim pode servir à verdade e descobrir aspectos essenciais da realidade humana. Assim, a arte vai do concreto real ao concreto artístico para então retornar ao concreto real, já agora enriquecido pela reflexão/criação artística.

Concluindo nosso ensaio: criar é fazer existir algo inédito, um objeto novo e singular que, ao mesmo tempo expressa o sujeito criador e o transcende enquanto portador de um conteúdo de cunho social e histórico e enquanto objeto concreto, uma nova realidade.


...............

Nós, dos Grupos Artforum Brasil XXI seguimos o pensamento teórico - científico da Profa. Dra. Maria Inês Hamann Peixoto, sobre o papel transformador da arte social e educativa.




Nova versão do Projeto Bienais de Artes Visuais XXI

A curadora de arte Ana Felix Garjan apresenta nova versão "Bienais de Artes Visuais XXI".

A 1ª Bienal Internacional de Artes Visuais XXI apresentando os Núcleos: Histórico, Contemporâneo, Futurista, e o Salão Especial "PAVILLION DOS SONHOS".


A seleção dos artistas está sendo organizada. No mês de julho foi feita a primeira indicação de artistas para a primeira fase do projeto. Em segunda etapa haverá a divulgação do projeto e o convite aos artistas que estão sendo pesquisados.


Numa terceira etapa serão convidados artistas para adesão ao Projeto da Bienal Internacional, bem à inscrição através de uma taxa, considerando que o projeto prevê a publicação de um catálogo especial sobre os artistas participantes e os homenageados.


Boas - vindas ao Futuro que nos espera! E a arte nos Une!


Brasil, 04 de julho de 2010

Ana Felix Garjan,

Idealizadora de projetos de arte e cultura humanista - planetária

*Projeto I Bienal Internacional de Artes Visuais XXI
*Projeto Museu de Arte Contemporânea - ARTFORUM Brasil XXI





Grupos Artforum Brasil XXI - Universidade Planetária do Futuro

*Projeto 1ª Bienal Internacional de Artes Visuais XXI:
http://bienaldeartes-artforumbrasilunifuturo.blogspot.com/

Departamento de Comunicação e Marketing Cultural
Maison D`Art Ana Felix Garjan,

Produção cultural:


*Ânima e Utopia, Artforum 
Renaissance e Revista Planetária - Artforum Internacional




http://revistaartforumcultural.blogspot.com/

Mundo das Artes - Artforum Brasil Unifuturo

http://mundodasartes-artforumcultural.blogspot.com/


Agência Artforum Inovatus

sexta-feira, 2 de julho de 2010

Divulgação do Projeto I Bienal Internacional de Artes Visuais XXI - ARTFORUM BRASIL UNIFUTURO

Que todos os roteiros, agendas e projetos dos Grupos ARTFORUM Brasil XXI consigam sensibilizar e deixar sinais ou marcas positivas nas pessoas, grupos e organizações envolvidas, pois nossas ações estão voltadas para o desenvolvimento de projetos culturais em prol de um Novo Mundo Melhor.


Por quê surgiu o projeto Bienais do Maranhão? Considerando que os Grupos ARTFORUM têm como objetivo sensibilizar e ampliar as conexões humanas através das artes, uma bienal é uma forma de reunir pessoas que se dedicam à arte e fazem dela um meio de conquistar espaços e reconhecimento do grande público.

O papel da arte deve ser transformador na sociedade contemporânea.


Uma Bienal não é apenas uma exposição de diversas vertentes da arte. Ela deve cumprir um papel de elos e conteúdos que contribuam com a reflexão, resultados e transformação dos seus participantes e do mundo cheio de diversidade cultural e permeado na mundialização.

O movimento e espaços da diversidade cultural, literária e lingüística se fazem necessários, cada vez mais, nesses meses de final da primeira década do século XXI. No ano de 2011, o primeiro ano da 2ª XXI, já não seremos os mesmos de hoje, pois estaremos em tempo de maior velocidade rumo às próximas décadas que levarão ao ano de 2012, 2014, 2016, 2022, 2050, e o mundo chegará velozmente, ao ano de 2100.

E os grandes filósofos nos inspiram com suas idéias e ideais que ultrapassam séculos! Por isso estamos aqui!

Universidade Planetária do Futuro
O tempo conta. O tempo encanta.

As artes visuais, a literatura, música e cinema sesrão áreas prestigiadas no Projeto 1ª Bienal Internacional de Artes Visuais XXI, que está sendo organizado pelos curadores dos Grupos ARTFORUM Brasil XXI, com a coordenação gerla de Ana Felix Garjan, idealizadora deste projeto atual, uma vez que já foi curadora de dua bienais de artes visuais, na cidade de São Luís - Maranhão, em 1999 e 2011.

A história é Mãe de todas as Artes, Veneza é a cidade - mãe das bienais de arte do mundo, e a Bienal de Artes de São Paulo é uma das mais importantes das Américas e do mundo.

No Projeto 1ª Bienal Internacional de Artes Visuais XXI estão previstas exposições de núcleos, pavilhões e salas que apresentarão obras, estilos e expressões que vão das artes plásticas à literatura, a partir de nossos conceitos filosóficos e eco-culturais dos projetos mais importantes dos Grupos ARTFORUM Brasil XXI.

Museu de Arte Contemporânea - MAC ARTFORUM e I Bienal Internacional de Artes Visuais.
O Tempo é o Senhor da Vida. A História é Mãe de todas as Artes. Arte é Mãe dos Sonhos. Os artistas, os poetas, escritores, os pesnsadores e filósofos são herdeiros do tempo, da vida, dos Sonhos. Cabe a cada um cumprir a missão de ser forjador da arte do amanhã e passageiro do Futuro.

ARTFORUM Brasil XXI: uma poética ao futuro

Uma Estação do Festá sendo sendo organizada, através da Universidade Planetária do Futuro, dos Grupos ARTFORUM Brasil XXI, que está registrando onze anos de arte e cultura humanista - planetária, no período de setembro a dezembro de 2010. Os Grupos Artforum Brasil XXI - 11 anos, a Universidade Planetária do Futuro - Ano I, os Departamentos de Artes, Comunicação Social, Filosofia, Literatura, e parcerias culturais convidadas divulgam o Projeto 1ª Bienal Internacional de Artes Visuais, nas seguintes categorias: Artes plásticas, escultura, desenho, gravura, arte digital, foto-poema, design, fotografia, poesia, literatura, arquitetura social e projetos especiais paralelos

O Projeto 1ª Bienal Internacional de Artes Visuais XXI, foi lançado no Fórum (blog) da Universidade Planetária do Futuro, no dia 15 de junho de 2010, bem como nos blogs culturais dos Grupos ARTFORUM:
http://projetoartforumuniversidade.blogspot.com/2010/06/copa-da-mae-africa-2010-e-brasil-510.html

O projeto original Bienal de Artes Visuais XXI, de autoria de Ana Felix Garjan, faz parte do Plano "Nossa Década 2001 - 2010", dos Grupos ARTFORUM BRASIL XXI, que inaugurou o projeto Bienal de Artes Visuais do Maranhão, em 1999, no fim do século XX, em São Luís  - cidade tombada pela UNESCO como Patrimônio Cultural da Humanidade, em dezembro de 1997.

O projeto foi inspirado nas Bienais de Veneza, São Paulo, MERCOSUL, e na Expo Universal 98, realizada em Lisboa. Em 1999, sec. XX, nasceu o projeto Bienais de Artes Visuais XXI, que foi abraçado pelos Grupo ARTFORUJM Internacional e ARTFORUM Brasil XXI.

Link do lançamento do primeiro núcleo da Bienal Internacional, em homenagem à Copa da Mãe - África:


Uma cidade se lê e sente através da cultura e das artes humanas. E foi em São Luís- Patrimônio Cultural da Humanidade onde nasceu e foi oficializada a 1ª Bienal do Maranhão, que foi idealizada e coordenada por Ana Maria Felix Garjan, com o apoio da UFMA - Universidade Federal do Maranhão e de outras instituições.






Síntese histórica do Projeto Bienal de Artes Visuais - Artforum Brasil Unifuturo

A I Bienal de Artes Visuais XXI dos Grupos Artforum Brasil XXI e Artforum Internacional - São Luís e Associados, foi inaugurada e aberta ao público, no dia 17 de setembro de 1999, na cidade de São Luís - Maranhão. A bienal teve o título: I Bienal Multicultural do Maranhão 99. As 120 obras de artistas brasileiros e de outros países foram vistas, na época, por mais de 35 mil pessoas que visitaram as galerias do Convento das Mercês- um espaço histórico e cultural do Estado do Maranhão.

A 1ª Bienal Multicultural do Maranhão 1999 ficou aberta ao grande público brasileiro e internacional, no período de 18 de setembro de 1999 a 25 de janeiro de 2000.

A Universidade Planetária do Futuro promoverá a 1ª Bienal Internacional de Artes Visuais (virtual), e sua divulgação será organizada por Ana Felix Garjan, coordenada da comissão de curadores da ARTFORUM Brasil XXI.

A direção da Universidade Planetária do Futuro está organizando a memória cultural e artística dos Grupos ARTFORUM Brasil e dos projetos desenvolvidos através de sua idealizadora.


A Universidade Planetária do Futuro expedirá Certificados de Participação aos artistas, curadores, poetas e escritores convidados para participarem da 1ª Bienal Internacional de Artes Visuais XXI, a partir de agosto.

Será publicada uma página especial, com a trajetória do Projeto "Bienais de Artes Visuais XXI", idealizado por Ana Felix Garjan - socióloga, artista plástica, escritora, poetisa e diretora da ARTFORUM Brasil XXI.

Duas bienais de artes visuais foram inauguradas a partir do projeto Bienais de Artes Visuais, desenvolvidas na virada do século XXI e do Terceiro Milênio:

* Iª Bienal Multiculturtal do Marnhão 99, realizada no período de setembro de 1999 a janeiro de 2000.

* II Bienal de Artes, Design e Arquitetura do Maranhão, Amazônia e Nordeste, realizada no período de dezembro de 2001 a janeiro de 2002.

O Projeto I Bienal Internacional de Artes Visuais XXI encontra-se em desenvolvimento, após estapas de pesquisas, exposições virtuais e contatos com artistas plásticos, pintores, poetas, escritores, produtores e promotores culturaos, e sua inauguração/divulgação está prevista no período de agosto a dezembro de 2010. A Bienal Internacional de Artes Visuais representa a celebração dos 11 anos dos Grupos Artforum Brasil Unifuturo e do Plano "Nossa Década 2001-2010. Tudo o que os Grupos Artforum realizam possui ética, história, credibilidade e sucesso!

O Projeto I Bienal Internacional de Artes Visuais é a terceira versão do Projeto "Bienais de Artes XXI".

Como socióloga pesquisadora em arte e diversidade cultural, Ana Felix Garjan continua em estudos a respeito de seus compromissos dedicados à cultura de paz e mudanças em nosso meio, através de filosofias, culturas, artes, ciências e da espiritualidade.

Ela teve oportunidade de estar presente ao Centenário da Bienal de Veneza, em junho de 1995, na última década do século XX. Nessa ocasião participou de coletivas de arte que abriram portas para seus projetos multiculturais. Por ocasião da abertura do Centenário da Bienal de Veneza, no mês de junho em 1995, Ana Felix Garjan e amigos brasileirose de outros países participaram de encontros de arte paralelos à Bienal de Veneza, por uma semana, e participaram de oficinas de audiovisuais, roteiros de vídeo e cinema.

Ela organizou roteiros para filmar e fotografar monumentos, obras de arte e detalhes arquitetônicos de diversas cidades européias tais como: Paris, Roma, Strasburg, Berlim, Munique, Amsterdam, Viena, Barcelona, Madri, e outras cidades menores onde estão os diversos berços das artes e da arquitetura.

Sua trajetória e cultura lhe deram respaldo para propor os projetos das duas primeiras bienais de artes plásticas do Maranhão, que foram apresentadas ao público em São Luís- cidade tombada pela UNESCO como patrimônio cultural da humanidade, em 1997.

Os projetos das duas bienais foram lançados em 1999, em 2001 - 2002, e foram realizadas com o apoio institucional da Universidade Federal do Maranhão, Aliança Francesa, Fundações Culturais e Governo do Estado do Maranhão, uma vez que a cidade São Luís foi tombada como Patrimônio Cultural da Humanidade, pela UNESCO, em 1977, e os Grupos Artforum Brasil XXI e Artforum Internacional São Luis e Associados foram os organizadores.

Vidas que possuem foco na arte e cultura humanista passam a ter compromisso com o mundo das artes em prol de um mundo melhor, com a participação de artistas, escritores e poetas. Esse é o foco da artista Ana Felix Garjan, uma pessoa que possui sensibilidade, arquitetura no pensamento, ecologia na alma e estética na vida. 

Ela vem ampliando suas ações como militante da cultura e arte humanista - planetária. Em sua meta sensibilidade está ao lado daqueles que possuem visão holística e quântica de vida, e ela diz que todas as pessoas podem alcançar sua evolução interior, como pessoas e cidadãs planetárias.

A 1ª Bienal Internacional de Artes Visuais será um movimento em continuidade à sua tese Arte Milenismo - Entre a Terra e o Céu, baseada em sínteses filosóficas orientais e ocidentais, e ainda em sua pesquisa sobre a arte do universo. Ela criou uma marca para sua arte: Arte Ligame - Novos olhares sobre o humano, através da arte, cultura, ciência, espiritualidade e assuntos do presente-futuro-hoje.

Como humanista Ana Felix Garjan elaborou uma obra em tributo ao Haiti, em jan/2010, que tem o título: "Vida, Caos, Renascimento", e a pintura Mandala "Olho do Mundo", como uma obra que fará parte de uma coleção que objetiva oferecer solidariedade ao povo haitano, após a grande tragédia após janeiro de 2010.

Tributo ao Haiti - Vida, Caos, Renascimento,
pintura de Ana Felix Garjan
Ast, 80 x 80 cm. - janeiro de 2010.


Tributo ao Haiti - Vida, Caos, Renascimento - 80x80cms
Sala de arte de Ana Felix Garjan, em janeiro de 2010

 

"Tributo ao Haiti", de Ana Garjan, esteve em exposição em Suzano - SP em maio, e em junho foi para o I Salão Internacional Talentos, na FIU - Universidade Internacional da Flórida - EUA, organizada pela ECOSS e a Office The Arts. 

Sua obra Vida, Caos, Renascimento, foi convidada para outros salões em galerias de arte na cidade de Atlanta - EUA.

Pincéis e tintas são como canetas que pintam poesia,
histórias da arte, da vida e da alma humana...

Estudo da pintura "Tributo ao Haiti" - Vida, Caos, Renascimento.

A imagem da Pintura de Ana Felix Garjan, em processo de acabamento de uma obra que jamais será concluída, segundo a autora Ana Felix Garjan, porque a vida não morre, tudo é trasnformação, o tempo é testemunha da arte e da arte da vida. Sigamos! O futuro nos espera!

Tributo ao Haiti - Vida, Caos, Renascimento
-Ana Felix Garjan, janeiro de 2010, 80 x 80 cm.

Pintura de Ana Felix Garjan, na parede de sua sala de artes, antes da Exposição “Talentos”, em Suzano - São Paulo. Depois a pintura esteve em exposição no I Salão Internacional de Artes Plásticas "Talentos", na Universidade Internacional da Flórida - EUA, em junho de 2010.

Tributo ao Haiti, ainda em fase de acabamento, para a expo na FIU.


Abaixo, o fundo da tela Tributo ao Haiti:



Pensamento, sensibilidade e arte da artista plástica Ana Felix Garjan.
"Olho a humanidade e o mundo, a partir de minha visão holística e univérsica".

 
Mandala "Olho do Mundo", pintura de Ana Felix Garjan,
Ast, abril, 2010, 80 x 80 cm.

Olho do Mundo, Ana Felix Garjan, 2010


As pinturas "Olho do Mundo" e "Tributo ao Haiti", de Ana Felix Garjan, fazem parte do livro "Cristal de Talentos", idealizado pela artista plástica Adaljiza Marta Machado Cuan, de Boituva - SP, que será lançado na 21a. Bienal Internacional do Livro de São Paulo, no próximo mês de agosto, em São Paulo, depois será lançado na Fazenda Morumbi e em janeiro de 2011, na Flórida - EUA.



Artforum Inovatus
ARTFORUM BRASIL MULTICULTURAL
.

TERCEIRO NÚCLEO: PAVILLION DOS SONHOS 
I BIENAL INTERNACIONAL DE ARTES VISUAIS XXI
*
Grupos Artforum Brasil Unifuturo
Universidade Planetária do Futuro
Depto. de Artes, Poesia, Literatura 
Curadoria Geral e Curadores Convidados


A artista plástica e poetisa Ana Felix Garjan, desenvolve projetos da Artforum Brasil Unifuturo e criou o movimento N. N. M. M. - Nosso Novo Mundo Melhor -  movimento de cultura e arte de Paz, há mais de 10 anos.

"Uso véus para reverenciar a arte e a mãe natureza."
Sou filha de um sol e de uma estrela que me inspiram, a cada novo dia, a luz e arte de meu ser, que possui a mesma energia cósmica daqueles que desejam e trabalham por um mundo melhor.

Toda a humanidade é herdeira do tempo, da arte da vida e do seu destino cósmico.
[Ana Felix Garjan]


Que a cor azul represente a arte pura das pessoas.
Que a cor azul seja nosso elo mais doce e sutil.


*

Que as cores da natureza, do planeta e dos céus
sejam as cores do coração humano.
Sejamos os mais belos azuis do universo!

Grupos Artforum Unifuturo XXI:
Janelas, Portas e Portais do Futuro
*
1ª Bienal Internacional de Artes Visuais XXI
Ana Felix Garjan Grupo de Curadores Convidados
Grupos Artforum Brasil Unifuturo XXI
Universidade Planetária do Futuro
*
Departamento Artforum de Comunicação
)))))))))))))))))))))))*(((((((((((((((((((((

Artes Reunidas da Artforum

Brasil Unifuturo XXI:
Projeto I Bienal Internacional de Artes Visuais XXI
http://bienaldeartes-artforumbrasilunifuturo.blogspot.com/
Brasil, 02 de julho de 2010 - XXI

Assessoria de Divulgação:
Ana Felix Garjan
artforum.brasil@gmail.com
anafelixgarjan@gmail.com
anafelixgarjan.artes2010@gmail.com
artforumrenaissance@yahoo.fr - artforum@uol.com.br